PESQUISAR

O BATISMO DE CRENTES É O ÚNICO BATISMO BÍBLICO E VERDADEIRO!

CHARLES SPURGEON


Exorto-vos, portanto, meus irmãos e irmãs, depois de terem quebrado as suas imagens e cortado os seus bosques, deem um passo adiante e quebrem os falsos altares. Só posso dizer por mim mesmo: “Se eu estiver errado, eu desejo ser corrigido”, e por você estou solenemente preocupado, “se você está errado, que Deus conduza-o a um julgamento correto e faça-o ver a verdade de Deus e abraçá-la, e, então, sincera e corajosamente a sustente”. Eu quero que você seja caridoso com os outros, mas não seja demasiado caridoso consigo mesmo. Deixe que os outros sigam as suas próprias convicções de consciência, mas lembre-se, não é a consciência deles que deve ser seu guia, mas a Palavra de Deus! E se a sua consciência está errada, você deve submetê-la à Palavra de Deus, para que possa ser reprovada e “transformada pela renovação da vossa mente”. Você deve fazer o que Deus lhe diz, quanto Deus lhe diz, quando Deus diz e como Deus diz para você!

Perdoe-me por um momento, se eu deveria arriscar o desprazer de alguém que eu amo por referir-me a uma ordenança da Igreja sobre a qual estamos propensos a discordar. O rito sagrado do Batismo é administrado em um grande número de Igrejas a pequenas crianças sobre a responsabilidade de seus tutores ou amigos, enquanto muitos de nós consideram que a Sagrada Escritura ensina que somente os Crentes (sem nenhuma distinção quanto à sua idade) são os sujeitos apropriados do Batismo e isso, após uma profissão pessoal de sua fé em Cristo.

Eu vejo um homem pegar uma criança inconsciente em seus braços e dizer que ele a batiza! Quando me volto para a minha Bíblia, eu não posso ver absolutamente nada deste tipo ali! É verdade que eu encontro o Senhor Jesus, dizendo: “Deixai vir a mim as criancinhas”, mas isto não permite nenhum precedente para que o ministro leve uma criança, que não poderia vir, que era nova demais para andar, muito menos para pensar e entender o significado dessas coisas! Ainda mais, quando Jesus disse: “Deixai as crianças virem a mim e não as impeçais, porque das tais é o reino dos céus”, elas vieram até Ele. Mas eu não acho que Ele batizou ou aspergiu a elas todas! Ele lhes deu a Sua bênção e elas foram embora. Estou certo de que Ele não as batizou, pois é expressamente dito: “Ainda que Jesus mesmo não batizava, mas os seus discípulos” [João 4:2]. Assim, então, é bastante claro que a passagem não favorece o Pedobatista!

Estou informado, no entanto, que a razão pela qual as crianças são batizadas é que nos é dito na Bíblia que os filhos de Abraão foram circuncidados. Isso me intriga! Eu não consigo ver qualquer semelhança entre as duas coisas. Mas quem eram as pessoas circuncidadas? Elas eram Israelitas. Por que eles foram circuncidados? Porque eles eram Israelitas. Essa é a razão! E eu digo que eu não hesitaria em batizar qualquer Cristão, ainda que seja um bebê em Cristo, assim que ele conhecesse o Senhor Jesus Cristo! Mesmo que tivessem apenas oito dias de vida na fé, se ele prova que é um israelita no espírito, vou batizá-lo.

Eu não tenho nada a ver com o seu pai ou a sua mãe na religião! A religião é um ato pessoal durante todo o tempo! Outro homem não pode crer por mim, não pode se arrepender por mim e outra pessoa não pode indagar por mim uma boa consciência para com Deus no Batismo! Temos que agir em nossa própria responsabilidade individual na religião, pela graça de Deus, ou então a coisa praticamente não é feita.

Agora, eu acredito que muitas pessoas piedosas sinceramente cultuam a Deus neste altar do Batismo Infantil. Mas sou igualmente convicto que é meu dever fazer o meu melhor para acabar com isso, pois não é altar de Deus! O altar de Deus é o Batismo de Crentes.

O que disse Filipe para o eunuco? “É lícito, se crês de todo o coração”. “Eis aqui água”, disse o Eunuco. Sim, mas isso não era tudo. Deve haver fé, bem como água antes de poder haver um Batismo legítimo. E cada Batismo que é administrado a qualquer homem, a não ser que ele assegure a si mesmo sobre uma profissão de fé em Cristo, é um altar em que eu não poderia adorar, pois eu não acredito que ele seja o altar de Deus, mas um altar construído originalmente em Roma, padrão que foi adotado aqui para deteriorar a união da Igreja e para grande prejuízo das almas!

Agora, tudo que eu peço daqueles que divergem de mim em opinião é simplesmente que olhem para o assunto honesta e calmamente. Se eles puderem encontrar Batismo Infantil na Bíblia, então, deixe-os praticar isto e cultuar ali! Se não puderem, que eles sejam honestos, e voltem, e adorem no altar de Jerusalém e ali somente!

A uma senhora já foi prometida uma Bíblia se ela pudesse encontrar um texto que sancionasse o Batismo infantil. Ela só pôde encontrar um, que foi este: “Sujeitai-vos a toda autoridade humana por amor do Senhor” [1 Pedro 2:13]. O ministro deu-lhe a Bíblia por sua ingenuidade, admitindo que era uma ordenança do homem e não engano.

Cito este exemplo do Batismo infantil apenas como uma entre muitas corrupções que se infiltraram em nossas Igrejas. É bastante claro que todas as denominações não podem estar certas. Elas podem estar certas quanto aos principais pontos essenciais para a salvação, embora em suas discrepâncias umas com as outras revelem erros.

Eu não quero que você acredite que eu estou certo. Em vez disso, volte-se pra as Escrituras e veja o que é certo. O dia virá quando Episcopais, Independentes, Wesleyanos e todos os demais sistemas deverão ser provados pela Palavra de Deus e, então, abandonaremos toda forma não aprovada diante do Altíssimo.

Espero ser sempre capaz de levantar a minha voz contra a caridade crescente em nosso meio a qual não é apenas uma instituição de caridade para as pessoas, mas uma instituição de caridade para com as Doutrinas. Tenho caridade fervorosa por cada irmão e irmã em Cristo, que difere de mim. Eu amo-os por causa de Cristo e mantenho comunhão com eles por causa da Verdade, mas eu não posso ter caridade para com os seus erros, nem eu desejo que eles tenham qualquer caridade pelos meus.

Eu digo a eles olhando diretamente em seu rosto: “Se seus sentimentos contradizem os meus, ou eu estou certo e você está errado, ou você está certo e eu estou errado. E é tempo que devamos reunir-nos e procurar a Palavra de Deus para ver o que é certo”.

É necessário para todos nós virmos para o modelo da Palavra de Deus e quando chegarmos a ele, seguiremos juntos. Venhamos todos à “lei e ao testemunho” [Isaías 8:20]. Deixe o Batista; deixe o Independente; deixe o Congregacional, deixem todos de lado os seus antigos pensamentos, seus velhos preconceitos e suas velhas tradições e que cada um examine a palavra de Deus por si mesmo, como que diante dos olhos do Deus Todo-Poderoso e alguns dos altares cairão, pois eles não podem ser todos conformes a instituição Divina quando a dissimilaridade é tão palpável!

Eu falo como a homens instruídos. Julguem o que eu digo, e que Deus possa guiá-los corretamente.

- C. H. Spurgeon | Sermão 238, Reforma